18.4.15

Totally in love for British Vlogs! ♥


Hi everyone! Coitada de mim e do meu inglês pereba, mas tente imaginar que eu o mal pronunciei com sotaque britânico e fanho, uma criança fanha e meio gaga,  ah é uma beleza.
Então, hoje com um pouco de ciúmes, mas deixando meu bom coração falar mais alto resolvi sharar os atuais vlogs (((britânicos))) pelos quais estou maluquinha e fazendo altas maratonas em todos os momentos possíveis e impossíveis, tô rendendo menos no trabalho (emoji com os dentes trincados). 

Acho que já comentei por aqui que quando tenho grandes responsabilidades costumo procrastinar assistindo séries, filmes e blá blá blá, mas a bola da vez são vlogs.

Por volta de 2010-2012 eu era a louca dos vlogs, assistia tudo que era possível no meu tempo livre de Pc Siqueira, 5minutos a Camila Coelho pré-total-glamourização (ela até fez hoje um bate-papo falando sobre sua mudança) e outros tantos. Já 2013 e 2014 foram anos exclusivos para muitas séries (Netflix conquistou meu coração e me rendeu conquistas no Xbox One) e blogs de moda mais mainstream tipo Garotas Estúpidas e Fashionismo (), com viés social e político como Blogueira Negras, grupos feministas no Facebook e ainda o Literatortura. Em 2014 pra falar a verdade eu fiquei meio no piloto automático por causa do fim da faculdade e toda aquela crise de "o que que eu vou fazer com a minha vida?" Ainda não descobri certinho mas tô no baby steps. Como estou inglesa hoje gente. 

Enfim, estou completamente apaixonada, fissurada e querendo morar em Brighton pra ser amiga dela:


Ela é a pessoa mais fofa que eu já vi na minha vida, amo ouvi-la falar! Zoe tem dois canais, um principal chamado Zoella onde ela fala sobre moda pessoal, maquiagem, cotidiano, decoração e seus problemas com ansiedade, que tem +7milhões de escritos, assisti-la me fez querer criar um vlog e olha que já tinha superado essa vontade lá atrás em 2010. O segundo canal chamado MoreZoella tem uma pegada mais pessoal onde ela posta realmente o cotidiano, tipo em loja comprando, passeando com cachorros, cozinhando, sendo fofa, sendo mais fofa... o segundo canal tem +3milhões de inscritos. E os demais vlogueiros catei da network dela.



Nesse segundo vídeo Zoella está com a sua melhor amiga Louise que também tem um canal, mas eu vi poucos vídeos dela, alguns bons outros nem tanto, por essa razão ainda não decidi se vou acompanhá-la. O Canal dela se chama Sprinkleofglitter.



Vou dar Spoiler de cara, ele e Zoe moram juntos na mansão de 1milhão de euros que ela comprou com money do youtube. Pááá. Alfie é bem engraçado e fofo, tem ótimas tags e desafios, colabs com youtubers e famosos como Ariana Grande (que além de compartilharmos o nome, compartilhamos a data de nascimento, o que isso significa Brasil?). Seu canal principal tem +3milhões de inscritos e ele é bem bonitinho. Seu outros canais são sobre vlog diário, que gosto mais que o principal e games. Dei uma leve conferida no de gameplay e ele tem vários de minecraft e The Sims 4 <3, mas não é tão atualizado quanto os outros dois,





ThatcherJoe

Ele é irmão da Zoe, suuuper engraçado o canal é cheio de tags, desafios pegadinhas, imitações e colabs com outros youtubers inclusive a fofurita da Zoella, que no vídeo mais recente passou trotes em amigos e foi super engraçado. Ele move +4milhões de inscritos.




Tanya Burr

Tanya faz aquele combo tutoriais de maquiagem+vlogagem ela ensina com tanta simplicidade além de ser carismática e muito linda, +2milhões de pessoas são inscritas em seu canal. Eu sou do tipo de pessoa que assiste dezenas de tutoriais de makeup e faz quase nenhuma, curto mesmo é ver as pessoas fazendo e amei olhar seus tutoriais, assim como as tags e colabs e fiquei com água na boca com receitas que ela prepara.




PS: Estou escrevendo esse post desde quinta e demorei tanto para terminar porque não parei de assistir esse povo lindo, criativo, com o sotaque mais maravilhoso sem mencionar MKX, esse jogo está consumindo um pouco a minha vida. Mas eu vou dar uma pausa pq eu passei na 1ª fase da OAB e tenho que intensificar meus estudos para a 2ª or I will fail.

Um Xero!

0 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 18:58
17.4.15

Toda Jovem Adulta

 
Hoje me peguei pensando em todos os planos que fiz, dos poemas anuais que eu costumava escrever e se perderam numa faxina qualquer, dos dias de ócio olhando para as telhas e cerâmicas da casa, daquele domingo de sol estranhamente frio deitada no quintal olhando as nuvens que pareciam coelhinhos, dragões e mãos, de brincar de balanço no sítio, lembrei do dia em que quebrei o vaso de flores favorito da minha mãe brincando com aviõezinhos de papel e da bronca. Lembrei do primeiro garoto que disse que me amava, nós só tínhamos 9, esse amor durou menos que o recreio, lembrei do dia em que percebi que alguém realmente me amava e como fiquei assustada. Lembrei do dia em que cortei minha franja pela primeira vez, foi uma bagunça, assim como a segunda e terceira, por que insistimos em franjas gente? Lembrei do dia que fugi do dentista, do dia que venci uma "garota grande" no jogo de baleada (queimada pra alguns). Enfim, lembrei de mim.

Um tanto nostálgico, eu sei! As pessoas vão a blogs querendo dicas disso e daquilo e não pra ler esse tipo de besteiras, não gostei também, mas quis escrever assim mesmo, se você caiu aqui supere! Voltando ao assunto, sempre achei pessoas nostálgicas desinteressantes, um povinho que não aprecia o hoje ou que perdeu a vontade de realmente viver e em vez de tomar rédeas da situação ficam remoendo o passado (ouch!). Mas agora que me pego em momentos nostálgicos  não tenho tanta certeza (claro que não vou me chamar de desinteressante ou múmia embalsamada, rá!), mas acho que a acumulação de primaveras e de alguns invernos faz isso com a gente e o efeito se acentua quando eles são acompanhados de uma gama de responsabilidades e pressões do dia a dia.

Tá você se pergunta quantos anos tem essa criatura? Eu sei que aos 22 a maioria das pessoas não está tendo essas crises ou está? E seu disser que tô assim desde os 19, o que eu posso fazer? Nasci com alma velha. Sempre fui aquela criança no meio dos adultos, absorvendo tudo que eles falavam, sempre fui uma jovem adulta.

Ser uma jovem adulta é meio complicado, porque quando você é super novinha se acha madura demais pra fazer coisas que as outras pessoas da sua idade estão fazendo e quando se torna adulta não se reconhece no meio. Você sofre Síndrome de Peter Pan inverso e depois Peter Pan, mas com consciência do ridículo né, porque eu não vou andar por aí com bolsinha da Hello Kitty, se bem que vocês viram a coleção de moletons da Ellus por Herchcovitch ou as da MOSCHINO nessa era Jeremy Scott? Peças com tema Looney Tunes a já batida #readytobear, Barbie e etc... Então levando em consideração essa loucura toda acho que sentir nostalgia de vez em quando é até normal e de quebra te informei sobre moda, logo o post cumpriu sua função óbvia. De nada!

Mas tentando retomar o assunto de novo, não importa se bom ou ruim o passado merece ser lembrado, mesmo que por um instante. Nós somos fruto de nossas experiências e cada erro cometido hoje será um acerto amanhã, pode até vir a ser erro também, mas não vai te pegar de surpresa. A não ser que impulsividade seja o seu segundo nome aí colega você vai dar com a cara na porta muuuiitas vezes.


fail animated GIF fail animated GIF fail animated GIF fail animated GIF fail animated GIF fail animated GIF


Meu conselho de amiga, lembra, mas não fica estagnada não tá. Vive! Se deixa mudar, evoluir faz um bem danado.
Xero!Xero!Xero!Xero!
0 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 11:10
21.1.15

Autossabotando a vida ❤


O ser humano é capaz. Capaz de criar, construir e desconstruir.  Somos os tais animais racionais (nem sempre). Mas você sabe né, o homo (mulier) sapiens sapiens, tem um costume inconveniente de transformar tudo em mania. Uns tem mania de estalar os dedos, contar as faixas que dividem a estrada outros olhar o relógio a cada instante ou começar a assistir uma série com 6+ temporadas quando deveriam estudar pra OAB e tens esses que tem mania de pensar. As minhas são todas essas e mais. 

Mas é a mania de pensar que tem me trazido problemas ultimamente. E você achando que pensar é a melhor forma de achar soluções. Vou ter que te dizer, não! Digo, pode até ser pra você ou pra sua tia, mas no meu caso traz mais dúvidas que respostas. Porque nos meus pensamentos estão depositados uma carga significativa de negatividade. Adiantou nada ler Polyanna.

Meus melhores dias são aqueles aos quais me entrego à rotina:

 6h01m acordar; preguiçar na cama até às 6h13m; dar bom dia ao Puff e fazer carinho; Lava o rosto com sabonete pra pele oleosa; Olha se as espinhas estão secando; Não estão. Espreme uma e se arrepende; Toma banho com sabonete cheirosinho; Enrolada na toalha coloca o filtro e o pó de café na cafeteira; Procura roupa boa; Passa muito tempo escolhendo; Não acha; Veste a primeira que experimentou; Se dá conta que já está atrasada; Grita com o namorado porque ele ainda está na cama; Faz tapioca; Toma café com tapioca e alguma fruta; Grita com o namorado que ainda tá com cara e movimentos de zumbi; Se pergunta o que achou naquele cara; Fica com raiva dele; Pensa em terminar; Tá atrasada, deixa pra ter DR depois; Lembra que detesta DRs; Escova os dentes; Protetor solar; Maquiagem; 7h35m sai correndo; Beijinho de despedida; Esquece a DR; 31º; Trânsito caótico; Chega ao trabalho suada; Olha constrangida pra coordenadora; Senta na mesa; Trabalha; Almoça; Trabalha; Vai pra casa; Toma banho rapidinho; Tira a maquiagem; Põe umas roupas na máquina; Assiste série na Netflix; Lancha; Assiste; Ganha conquista só porque assistiu 3 episódios consecutivos; Continua assistindo; Ganha de novo porque assistiu 6; microsoft zoada; Às 20h11m toma coragem pra cozinhar o jantar; Leva o livro de receitas vegetarianas pra ter ideias; Improvisa; Janta; Lava metade da louça; Assiste jornal; Se chateia com o conteúdo; Vai ler mídias alternativas; Confere as redes sociais; Toma banho; Lava o rosto; Passa creme pra ver se no outro dia a pele tá melhor; Veste pijama fresquinho; Lê livro; 23h33m Dormir como neném sem cólica.  

Me enrosco na rotina e não quero mais pensar em nada, penso em nada . É um dia sem desenvolvimento ou realizações, mas de certa paz.

Em dias que a mania se manifesta não consigo finalizar os livros que começo a ler (Simone querida, terminarei O Segundo Sexo sim! Assim como todos os livros da Agatha Christie. Tenho fé!) porque me sinto culpada em estar dedicando tempo a ficções e não aos estudos. Não escrevo. Como mal. Durmo mal ou não durmo. Penso no futuro, e como verdadeira pupila de Cassandra, prevejo desastres e não consigo me mexer pra mudar o prognóstico e ninguém dá bola pras minhas reclamações. Não vem força, não consigo reagir.

Meu problema é sofrimento por antecipação+procrastinação que dá corda aos meus vícios e aos pensamentos negativos que são consequência de minha irresponsabilidade. Tá vendo, psi, eu já sei identificar a causa da minha ansiedade, a terapia tá evoluindo, um pouco.

Talvez a solução seja me concentrar em um passo de cada vez, parar com a negatividade que me bloqueia. Ou criar vergonha na cara, desligar a tv e sentar na cadeira pra estudar e parar com a autossabotagem. Daí pensar pararia de se mostrar um meio de tortura e voltaria a ser um comportamento natural e elucidante. 

Mas o que dizer desse texto que é nada menos que fruto da minha procrastinação? Pelo andar da carruagem vou ter que pedir ajuda aos céus. Dançar pra lua. Fazer promessa no altar de Atenas

2 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 21:51
22.6.12

MADURA O SUFICIENTE


Eu sempre me achei uma garota madura, sempre achei que as outras crianças eram bobas de mais e por isso não eram boas o suficiente para mim. Por achar que as crianças da minha idade não eram maduras o suficiente me cerquei de pessoas mais velhas que compartilhavam meus interesses, conheciam as mesmas bandas, liam os mesmos livros e assistiam os mesmo programas. Mas o tempo foi passando e eu vi que maturidade não está nem um pouco relacionada a idade e percebi que nem eu nem aquelas pessoas que eu julgava melhores eram totalmente maduras e decididas. 
A verdade é que quando a gente quer uma coisa, acreditamos naquilo tão piamente que passa a ser um dogma e nada mais além daquilo pode ser verdade, para nós não há outra verdade. Mas nessa de busca pela maturidade eu percebi que amadurecer não é uma tarefa simples e que no caminho para atingir esse objetivo eu fiz muita coisa imatura e inconsequente! E eu passei muito tempo me martirizando pelas minhas atitudes erradas. Achando que tudo foi uma perda de tempo. Mas hoje faltando alguns dias para fazer mais um aniversário eu percebi que errar faz parte e que bom que eu errei porque se não fossem os meus erros eu não estaria aqui pensando e escrevendo isso. Se não fossem as atitudes inconsequentes de uma adolescente que achava que sabia tudo eu não saberia que para amadurecer é necessário ser imatura.

Por isso um brinde à imaturidade e à inconsequência porque é através delas que aprendemos a importância de crescer!



Que sejamos jovens por todo o tempo que der!
2 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 12:22
12.6.12

O QUE USAR NUM ENCONTRO NO DIA DOS NAMORADOS


Oh my god hoje é o dia dos namorados! Você está namorando? Já sabe o que você vai usar para sair com seu amor? Ainda não?! Então, eu também não sei e vou sair daqui a pouco, pensando nisso resolvi dar uma passada no Lookbook para ver o que tinha de inspirador por lá, separei quatro looks de quatro garotas diferentes e resolvi compartilhar com vocês os que eu mais gostei.
Ah e se você não tem namorado nada de ficar deprê, dá uma conferida nos looks também, se inspira e vai poderosa para a night deve ter algum carinha disponível hoje para você! Vamos dar uma olhada no material? Se gostou de algum comenta!

Iga Wysocka, 17, Polônia




Anna-Lenna, 18, Alemanha



Júlia Alcântara, 21, Brasil


Flávia Desgranges, 25, Brasil


Os mais adorados foram: O primeiro vestido da Iga, o segundo da Ana, o primeiro look da Júlia (a achei parecida com a Diana Agron) o segundo vestido da Flávia e o último também da Flávia.
Então é isso, dá uma fuçada no seu guarda-roupa para ver suas peças e montar o look de acordo com o seu estilo!


Feliz dia dos Namorados! Xoxo!



2 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 15:37
10.6.12

8 ALIMENTOS QUE FAZEM BEM PARA SEU CABELO


Quem aqui passa horas e horas lendo, procurando e comprando produtos para ajudar a fortalecer e dar brilho aos cabelos?
Nessa busca por cabelos perfeitos ou pelo menos melhores, buscamos centenas de produtos, mas mal sabemos que temos poderosos aliados em casa, dentro de nossas geladeiras e dispensas. Pois é, os alimentos podem nós ajudar bastante nessa busca por cabelos ideias!
Então abre seu bloco de notas e anota todos os alimentos que vou listar e prepare-se para acrescentá-los em sua dieta!

1.FEIJÃO

Pois é, há quem vire a cara para eles, eu mesma sou um exemplo, como feijão uma vez na vida... Mas veja só o feijão é um dos maiores aliados dos nossos cabelos, por ser rico em proteínas, zinco e ferro ajuda no crescimento. Então se você está a fim de que seus cabelos cresçam mais rápido trate de acrescentar uma porçãozinha de feijão ao seu almoço!

2. PEIXE

Ele é rico em ácido graxo e ômega 3 além de ser ótimo para nosso corpo esses ácidos agem de dentro para fora, deixando seus cabelos hidratados e brilantes! Quem não quer cabelos hidratados e brilhantes? 

2 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 18:58
9.6.12

COMO LIDAR COM UM RELACIONAMENTO COM DIFERENÇA DE IDADE


Estar em um relacionamento não é a coisa mais fácil do mundo, sempre surgem obstáculos e dificuldades que nos fazem querer lutar para que dê certo ou jogar a toalha e partir para outra.
Diante de todos os desafios que um relacionamento pode encontrar, a diferença de idade é um deles e a gente que sempre espera que os relacionamentos amorosos serão simplesmente prazerosos e que um cara mais velho é sinônimo de relacionamento maduro e mais bem resolvido acabamos diante de situações onde jogar a toalha parece sempre ser a opção mais fácil!
Mas o post de hoje, não é para você que jogou a toalha, é para você que está insistindo e assim como eu, quer que dê certo.
Para um relacionamento dar certo você tem que manter certas coisas em mente, então foque nessas dicas:


IDADE É APENAS UM NÚMERO!
A idade é apenas um número, ela não define quem você é, não está estritamente associada a nível de maturidade e muito menos a personalidade. Eu tenho 19 anos e as vezes me comporto como uma mulher de 45 e outras tenho reações dignas de uma garota de 14 anos. Um número não te define, tenha isso em mente!


VOCÊS SÃO DE DIFERENTES GERAÇÕES

Tudo vai depender muito do quão grande é a diferença, se estamos falando de 10 a 15 anos, óbvio que haverá diferenças nos gostos e até mesmo nas opiniões. Você poderá não conhecer os artistas favoritos dele como ele pode não estar atualizado quanto aos seus, mas se vocês estão dispostos a aprender um com outro essa diferença pode se estreitar se vocês forem  abertos e estiverem dispostos a fazer essa troca de ideias e cultura. Mas lembre que é se trata de compartilhar, discutir e aprender. Não se anule pelos ideais e costumes dele. Não mude por ninguém, a não ser por você mesma!


CONCENTRE-SE EM INTERESSES COMUNS

Independente da idade, você tem que se concentrar em gostos comuns, afinal é por isso que nos aproximamos das pessoas, porque elas compartilham dos nossos interesses, fazendo isso vocês terão muito mais sobre o que conversar e a diferença de idade vais ser o menor dos problemas.


TRATE O SEU RELACIONAMENTO COMO QUALQUER OUTRO

Porque tratar esse relacionamento de forma diferente de qualquer outro que você teve com caras mais novos? Não é porque é um relacionamento com diferença de idade que deve ser tido como "especial". Seja você, haja normalmente.


VEJA SE A CONEXÃO É FORTE

Como em qualquer relacionamento, você tem que estar certa de que a conexão entre vocês é forte, como anda a paixão, os gostos? As conversas fluem naturalmente? E o clima entre vocês? O beijo é bom? O sexo é bom? Num relacionamento onde a diferença de idade impera e as vezes é razão para enfraquecimento, uma conexão forte ajuda a fortalecer e faz valer a pena enfrentar qualquer obstáculo.


NÃO SE AFASTE DE SEUS AMIGOS

As vezes eles podem não entender seu relacionamento e você ache que o melhor é se afastar, mas saiba que essa não é uma boa atitude. Porque será ótimo para você ter um grupo de apoio, pessoas que irão te ajudar quando você tiver dúvidas, eles terão opiniões, mesmo diferentes das que você quer (o que é bom) e amizade é algo que você não deve se privar, principalmente por causa de um cara, mesmo que você ache que é o homem da sua vida.


ESTEJA NUM RELACIONAMENTO PELOS MOTIVOS CERTOS

Nunca entre em um relacionamento pelos motivos errados. Você começou porque ele pode vir a te oferecer vantagens? Saia logo antes que você se machuque ou o machuque. Um relacionamento só vai para frente quando temos reais sentimentos. Sinceridade e respeito acima de tudo, principalmente para consigo.

E a maior dica de todas:

SEJA CONFIANTE!

Confie em si mesma, confie nas suas escolhas, porque só você sabe o que é melhor, você é a única que pode decidir o seu futuro e com quem namorar e se é uma pessoa mais velha que você quer, vá em frente e lute pelo seu relacionamento.
2 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 21:56
6.6.12

O QUE EU LI EM MAIO


Enfim tive tempo para escrever aqui no blog, gente passei tempo demais sem postar, por favor não me abandonem leitores! Juro que organizei meu tempo e agora vai dar para voltar a postar diariamente, mas deixando a conversa fiada para lá, vamos falar sobre livros! Há um bom tempo queria falar sobre leitura aqui no blog, resolvi parar de só querer e começar. 
Os livro que vou falar hoje são os que li no mês de maio, afinal ele acabou a 6 dias e ainda não comecei nenhum esse mês (quem tiver indicação deixa nos comentários).
Não li nenhum lançamento, muito pelo contrário, o mais recente é do ano passado, mas se você não leu nenhum deles recomendo todos!


A Esperança - Suzanne Collins


Esse é o terceiro livro da saga Jogos Vorazes e já era para eu tê-lo lido ano passado junto com os outros dois, mas como eu sou bobona, fui adiando, o livro ficou mais caro, depois ficou um absurdo de caro, mas como eu vi que é uma tendência resolvi comprar antes que meu cartão de crédito não tivesse limite suficiente hehe...

A história da Saga Jogos Vorazes você já deve ter ouvido falar, o filme do primeiro livro saiu esse ano e foi um dos mais vistos por aqui.  Então se você viu o filme ou leu o primeiro livro deve estar mais que habituado ao enredo, se não leia isso.

A Esperança trás uma Katniss ainda mais desconfiada de tudo e de todos, atormentada por pesadelos, preocupada com Peeta, com sua família, com todos menos ela, como toda boa heroína tem que ser.
O foco principal está na guerra, em derrotar a Capital e matar o Presidente Snow e para variar Katniss teve que se submeter aos desejos de alguém, dessa vez do Distrito 13 e sua líder Coin, para o bem de todos que ela ama aceitando o papel de tordo.

Suzanne Colins mais uma vez nos fez tomar o lugar de Katniss, viver toda a situação, pensar como ela (e como ela pensa!), eu realmente fiquei angustiada, se você acha que tudo de ruim já aconteceu nos dois outros livros saiba que o sofrimento permanece vívido e presente e a cada página provamos o sabor do veneno e tragamos o doce e enjoativo cheiro de rosas, um turbilhão de coisas acontecem para nos provocar, nos deixar desconfiados e confusos, essa foi uma das coisas que mais experimentei, confusão.

Todos os personagens tiveram um papel na estória contribuindo fundamentalmente ou de forma sutil, até mesmo Buttercup, o gato de Prim, foi responsável por momentos emocionantes.
Prim! Delicada como a flor que dá origem ao seu nome, forte como a irmã e sábia como nenhuma outra, ela permanecerá em nossos corações.
Haymitch nosso bêbado favorito, que teve que se manter sóbrio (o Distrito 13 não tolera alcoolismo, desperdício e até mesmo vaidade, as dificuldades e as pragas fizeram deles sistemáticos e controlados) foi um bom arquitetador de planos e vítima de muitas desconfianças.
E Peeta, como não  falar nele? Ele que teve passagens muito angustiantes e foi causador de pensamentos também angustiantes.

Ainda não consigo dizer se o final foi bom ou ruim, mas com certeza inesperado.

A saga inteira conseguiu ser totalmente diferente de outras que envolvem triângulos amorosos, lutas e mocinhas como personagens principais. Temos um triângulo por necessidade do destino, lutas por liberdade e contra a opressão de um Estado dominante e uma mocinha com uma flecha mais afiada que qualquer canino de um vampiro!






Romeu e Julieta - William Shakespeare


Esse foi o primeiro livro deste mês e ele é um clássico, faz parte da coleção de bolso da Saraiva, você com certeza já ouviu falar do casal, já viu um filme ou leu o próprio livro. Mas creiam, li pela primeira vez este ano, a razão? Não sei explicar, mas, sabe o gato de botas ou chapeuzinho vermelho, poucas pessoas leram o livro, mas todo mundo sabe a história! Era isso que acontecia comigo, não sentia necessidade de ler porque já sabia toda a história do casalmas não é bem assim, o livro é bem mais rico que qualquer filme, e isso se aplica a quase todos os livros e filmes que li e vi, nunca um filme supera o livro. Leiam e descubram ricos detalhes da história que os filmes não conseguiram abordar.



Dez (Quase) Amores - Claudia Tajes

Imagem tosquinha da internet
Esse é o segundo melhor livro do mês! Ele faz parte da coleção de bolso da L&PM, o coitado estava largado no meio de salgados na fila do Carrefour resolvi resgatá-lo e como eu estava a fim de ler algo leve e o livro é bem fininho uni o útil ao agradável, o título e a sinopse me chamaram atenção e gente como a leitura é divertida, tem as melhores tiradas que já li, dei muita risada e pude me identificar em alguns casos e outros identifiquei amigas e até a minha mãe pasmem! Nem pude fotografar o livro porque o deixei na casa da minha mãe, ela tinha que ler! 
Super recomendo se você está afim de uma leitura leve e engraçada, se não me engano custou R$ 14,90.
Vou deixar a sinopse feita pela Martha Medeiros aqui para vocês:

"O homem dos seus sonhos não cometeria a deselegância de se chamar Dejair ou usar alpargatas. Você morreria antes de pensar em ser infiel. Não passa pela sua cabeça namorar alguém que você não goste. E homem casado, nem pintado de ouro. Mais baixeza que isso, só participar de suruba.
Bem-vinda ao clube das mulheres que só estão esperando uma boa oportunidade para mandar suas teorias às favas e passar a viver a vida como ela se oferece. Maria Ana, personagem do livro de estréia da Claudia Tajes, também sonha com o príncipe encantado, mas não é fanática por contos de fadas: enquanto não pinta o homem certo, ela vai se divertindo com os errados.
Dez (quase) amores narra os en­con­tros e desencontros de uma legítima 'mulher solteira procura', papel que todas nós já pro­tagonizamos um dia. É divertidíssimo. Tem tira­das impa­gáveis. Puro entretenimento. Um livro reconfortante para quem acha que é o único ser humano do planeta que está sem programa pro sábado. Duvido que seja seu caso, mas se for, o exemplar que você tem em mãos está aí mesmo pra lhe fazer companhia"  
1 COMENTANDO Postado por Aryana Santiago às 18:14

Instagram