22.6.12

MADURA O SUFICIENTE


Eu sempre me achei uma garota madura, sempre achei que as outras crianças eram bobas de mais e por isso não eram boas o suficiente para mim. Por achar que as crianças da minha idade não eram maduras o suficiente me cerquei de pessoas mais velhas que compartilhavam meus interesses, conheciam as mesmas bandas, liam os mesmos livros e assistiam os mesmo programas. Mas o tempo foi passando e eu vi que maturidade não está nem um pouco relacionada a idade e percebi que nem eu nem aquelas pessoas que eu julgava melhores eram totalmente maduras e decididas. 
A verdade é que quando a gente quer uma coisa, acreditamos naquilo tão piamente que passa a ser um dogma e nada mais além daquilo pode ser verdade, para nós não há outra verdade. Mas nessa de busca pela maturidade eu percebi que amadurecer não é uma tarefa simples e que no caminho para atingir esse objetivo eu fiz muita coisa imatura e inconsequente! E eu passei muito tempo me martirizando pelas minhas atitudes erradas. Achando que tudo foi uma perda de tempo. Mas hoje faltando alguns dias para fazer mais um aniversário eu percebi que errar faz parte e que bom que eu errei porque se não fossem os meus erros eu não estaria aqui pensando e escrevendo isso. Se não fossem as atitudes inconsequentes de uma adolescente que achava que sabia tudo eu não saberia que para amadurecer é necessário ser imatura.

Por isso um brinde à imaturidade e à inconsequência porque é através delas que aprendemos a importância de crescer!



Que sejamos jovens por todo o tempo que der!
Postado por Aryana Santiago às 12:22

2 COMENTANDO:

Hm brinde!
acho mesmo que a tal da maturidade vai além de idade e as vezes até do que vc viveu.. Sei lá, só acho que é algo que um dia agente se da conta, que é sim ou não...
Mas viva aos erros e aos acertos tb, tudo isso faz parte de nós

bjss
Um brinde! haha
Adorei o texto, flor!! Muito bom!
Beijos

Am
http://www.vinteepoucos.com.br/

Postar um comentário

Instagram